Resenha do livro Cinquenta Tons de Cinza - E. L. James

Cinquenta Tons de CinzaLivro: Cinquenta Tons de Cinza
Autora: E. L. James
Número de páginas: 480 
Editora: Intrínseca
Onde Comprar:  Saraiva   Submarino   Cultura   FNAC 
Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja - mas em seus próprios termos. Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso - os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família -, Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos... 
Christian Grey -o protagonista- é um empresário bem sucedido, que consegue tudo o que quer, por ter um tom autoritário de poder. E por trás do belo rosto, ele carrega um passado escuro e misterioso, onde prefere esconder bem lá no fundo do seu inconsciente, mesmo sabendo que não tem como escapar dos traumas do passado. Anastasia Steele - a protagonista - está prestes á finalizar a sua graduação. Ela é inocente e sonhadora. Saiu de sua antiga cidade, para morar em Portland com sua melhor amiga - Kate - á fim de se dedicar aos estudos e ter uma profissão de sucesso.

Anastasia Steele e Christian Grey se conhecem quando Steele aceitou fazer uma entrevista com Grey para sua amiga -que estava doente e não pôde entrevistá-lo- Logo quando ela entra na sala do atraente Grey, é possível perceber a atração que um tem pelo outro. Anastasia, não consegue espantar os pensamentos intrigantes, enquanto o entrevista. Ela se sente desconfortável com tanto charme e beleza do homem que está sentado em sua frente, e a observando com seus olhos cinzas penetrantes. Grey a deseja mais do que qualquer coisa, mas claro, da sua maneira e regras...o que Anastasia não imagina, é   que esse homem lindo, gosta de poder até na hora de satisfazer seu prazer, de formas e maneiras absurdas...

E. L. James não poupou palavras -exageradas- quando a cenas eram de sexo. Ela fez com que o leitor deixasse fluir a imaginação. Há momentos no livro -ou seja, a maioria dele- em que não havia tanta necessidade da autora escrever aquilo. Ela poderia cortar muitas partes, que o leitor com certeza iria entender o que ela queria dizer, sem ela ter que citar tais palavras. O livro, sem sombra de dúvidas é muito polêmico. E a maioria das pessoas compraram ele, para matar a curiosidade e entender o motivo dele ser tão comentado -meu caso- Em todos os lugares em que eu passava, tinha alguém com esse livro na mão, e várias pessoas falavam desse tal Christian Grey. Enlouqueci para saber se o livro era tudo isso que as pessoas comentavam. E foi comprovado, que a história é além -muito além- do que falaram,rs. 

Eu li a trilogia dele,já (eu sei, estou atrasada com as resenhas). E confesso que este primeiro livro, eu não gostei e achei o protagonista -Grey- um escroto que usa as mulheres como se fossem brinquedinhos de prazer. Mas depois de ler o segundo e o terceiro, eu chorei por ter finalizado a história -haha- Mas, isso só vou dizer na minha próxima resenha...

Pin It

Um comentário:

  1. Os críticos falaram tão mal desse livro... ainda mais pelo fato de ser pornográfico e ficar exposto na livraria para qual quer pessoa da minha idade (13 anos ou até bem menos) poder comprar !
    Já estou seguindo, se puder retribui. Claro, se gostar do meu blog !
    http://pimentaeoutrasdrogas.blogspot.com/
    beijos

    ResponderExcluir