Resenha do livro "Minha Metade Silenciosa" - Andrew Smith

Minha Metade SilenciosaLivro: Minha Metade Silenciosa
Autor(a): Andrew Smith
Número de Páginas: 304
Editora: Gutenberg
Onde Encontrar:  Saraiva   Submarino   Cultura   Livreira 
Stark McClellan tem 14 anos. Por ser muito alto e magro, tem o apelido de Palito, mas sofre bullying mesmo porque é “deformado”, já que nasceu apenas com uma orelha. Seu irmão mais velho, Bosten, o defende em qualquer situação, porém ambos não conseguem se proteger de seus pais abusivos, que os castigam violentamente quase todos os dias. Ao enfrentar as dificuldades da adolescência estando em um lar hostil e sem afeto – com o agravante de se achar uma aberração –, o garoto tem na amizade e no apoio do irmão sua referência de amor, e é com ela que ambos sobrevivem. Um dia, porém, um episódio faz azedar terrivelmente a relação entre Bosten e o pai. Para fugir de sua ira, o rapaz se vê obrigado a ir embora de casa, e desaparece no mundo. Palito precisa encontrá-lo, ou nunca se sentirá completo novamente. A busca se transforma em um ritual de passagem rumo ao amadurecimento, no qual ele conhece gente má, mas também pessoas boas. Com um texto emocionante, personagens tocantes e situações realistas, não há como não se identificar e se envolver com este poético livro.
Minha Metade Silenciosa, é narrado por "Palito", um garoto de 14 anos que tem esse apelido por ser muito alto e magro e nasceu sem uma orelha. Por esse triste motivo, ele sofre bullyng na escola e a única pessoa com quem ele pode contar é com seu irmão mais velho -16 anos- Bosten.  Ambos vivem uma vida onde dependem um do outro para sobreviver. Além de Palito sofrer com as piadinhas sem graças  na escola, ter complexo com sua aparência, tem que enfrentar a triste "educação" severa de seus pais. É perturbador e desumano o que seus pais fazem com eles. E vemos a cena aos olhos e um único ouvido de Palito, onde ficamos ainda mais sentimentais e até com vontade de chorar.  
E não há amor na minha casa, somente regras.
Palito está entrando na adolescência e descobrindo coisas novas, sensações que o deixa constrangido, porém é inevitável. A sensação de dar o primeiro beijo e perguntas que ninguém pode responder. Bosten tem todo aquele cuidado de irmão mais velho e suporta coisas que Palito nem imaginava, mas tem o apoio do irmão tanto para se divertir como para guardar segredos.

A coisa mais linda que o autor deixou muito bem escrito no livro, é o amor incondicional que os irmãos tem um pelo outro. E gente, sério, isso me emocionou MUITO, e até para resenhar este livro está sendo difícil, só de lembrar. Sou muito emotiva,rs. E também mostra uma amizade verdadeira entre Palito e Emmy, e o afeto que os pais dela tem por ele -é lindo-. Os irmãos vivem em uma vida onde o desprezo e a maldade dos pais são de emocionar.
Minha mãe nunca fala sobre minha orelha. Aliás, ela dificilmente fala comigo. [...] Mais que tudo, acho que ela queria que eu nunca tivesse nascido.
Depois que Bosten tem uma briga feia com o pai e acaba fugindo de casa, Palito se vê sem chão, pois a única coisa que faz sentido na sua vida é seu irmão. Ele então acaba saindo de casa á procura de Bosten, e é a partir daí que ele descobre como realmente o mundo é imundo e maldoso. Nessa busca ele passa por coisas difíceis para um garoto de sua idade. Criminalidade, drogas, descobertas sexuais e a falta de um lar. A vontade que temos é de pegar o garoto, trazer para casa e abraçá-lo muito e dizer que ele é importante sim e não se despedaçar por causa das maldades das pessoas e principalmente, de seus pais. Dizer que a vida, infelizmente é assim, mas não é por isso que temos que ser assim também. Ele é especial e sabe dar amor, mesmo não havendo isso em sua casa. O leitor acaba tendo uma ligação com o personagem, e no final do livro, fica aquele gostinho de saber como Palito e seu irmão estão? Estão felizes? Conseguiram seguir em frente? Ou até saber, se Palito ainda usa aquela camiseta escrito "Sex Wax".
As coisas não mudam quem você é. E as coisas não apenas acontecem.
Quando comecei á ler o livro, logo de início já me emocionei e imaginei que o fim seria um rio de lágrimas para mim. Mas na verdade fiquei um pouco frustrada por esperar tanto e não ter um retorno legal. Eu gostei muito do livro, e é uma história em que você lê apenas uma vez e fica com ela na cabeça o resto da vida. Não acaba sendo uma lição de vida, mas uma história para se refletir,sabe. Eu só fiquei frustrada porque queria realmente saber o que acontece com os irmãos á partir dali... Mas fora esse último capítulo, o restante do livro foi incrível, emocionante e de tirar o fôlego! Na minha opinião essa história daria um ótimo filme de drama.

 Nota:

Pin It

Nenhum comentário:

Postar um comentário